sexta-feira, 29 de julho de 2016

Diz que é Pokemon Go!

A loucura!
Não há um dia que eu role o feed de notícias do facebok e não apareça um meme a gozar!

Para quem, como eu, viveu na geração do Ash, do Pikachu, do Team Rocket, do Brock e da Misty, isto é praticamente um sonho tornado realidade!!
Na altura em que a série passou em Portugal, as crianças seguiam-na e ainda podiam jogar com as cartas, com os tazos e os mais "rebeldes" jogavam Game Boy Color - tudo da saga Pokemon!

Eu via a série, confesso, parava tudo para ver a série! Mas nunca fui das cartas nem dos tazos e muito menos do Game Boy que de Color não tinha quase nada.. E era engraçado vê-los a jogar aquela treta que a mim me dizia muito pouco. Eu queria era ver a série, só isso!!

E eis que hoje, a geração que acompanhou a série, vê a saga Pokémon tornada realidade! (ou quase..)
Eish! Apanhar Pókemons como o Ash apanhava, treinar como o Ash treinava!! Visitar locais, conhecer pessoas - este só para quem gosta de socializar. Muito bom mesmo!

Não acho que seja uma aplicação ridícula, por um lado acho que é uma aplicação que não prima pelo sedentarismo, faz com que as pessoas se mexam, saiam de casa e andem, passeiem, procurem pokemons, tentem apanhá-los e ainda andar dum lado para o outro para chegar às Pokestops.
O lado que é também muito positivo nesta aplicação é o facto de as pessoas estarem constante movimento e ir conhecendo ruas, largos, igrejas, fontes, monumentos entre muitos outros pontos onde se situam as Pokestops e os Ginásios.

Entretanto, por causa desta aplicação, uma rapariga encontrou um cadáver, os servidores já foram abaixo, as ações da Nintendo já subiram e desceram.. Uma pequena pesquisa acerca desta app retorna muitos e variados resultados, não é preciso muito.

Também é engraçado ver as pessoas a esbarrar contra postes e a pisar cocó de cão quando andam à caça, sem verem muito bem por onde andam. Divirto-me muito a vê-los a andar dum lado para o outro, telemóvel em punho.. 
Principalmente o namorado! Há dias fomos caminhar e claro que foi a apanhar pokemons pelo caminho e a parar em tudo o que era Pokestop!


E esta é outra coisa que não vou jogar, apesar de ter sido uma grande fã da série.

Mas claro que nem tudo é perfeito..
As pessoas começam a jogar e perdem a noção dos limites entre o mundo real e o mundo virtual. Foi o que aconteceu no Central Park! Um Pokemon raro que fez parar o trânsito!
Quem estivesse de fora desta aplicação nunca iria pensar que a avalanche de pessoas que atravessaram a estrada estaria relacionada com um Pokemon! Mais depressa pensavam que estariam a dar algo naquele local ou que estaria algum famoso no outro lado da estrada.

Acautelem-se jovens, separem o virtual do real!!