terça-feira, 19 de julho de 2016

Mundo, pára! Eu quero sair!

Já várias vezes li esta frase no facebook, algumas vezes a utilizei em situações não tão complicadas como as que se têm vivido nos últimos tempos..
Estamos perante algumas situações desoladoras e que me fazem questionar toda a evolução do mundo e da espécie humana..
Vou recuar até domingo de manhã, mais concretamente 10h10, estava eu a subir as escadas que dão acesso a um pequeno miradouro na Praia Grande do qual se podem observar do lado esquerdo - estando virada para o mar - pegadas de dinossauros. 

Pegadas de Dinossauros da Praia Grande, Sintra

Não é preciso uma pesquisa profunda e elaborada para descobrir que estas pegadas têm cerca de 120 milhões de anos.
CENTO E VINTE MILHÕES! É muito tempo, é muita mudança, é muita camada de solo, é muito tempo para evoluir..

Face aos últimos acontecimentos, os quais eu já enumero a lista, eu fico a pensar se foi para isto que evoluímos. Não podemos dizer que é um retrocesso, é um progresso, mau, mas não deixa de o ser. E é nisto que uma pessoa devia refletir todos os dias. Tentar desligar-se da rotina, "olhar" um pouco em volta e, sobretudo, ter noção. 
Ter noção de que a nossa passagem por este mundo é breve, que aquilo que nós fazemos - seja bom ou mau - deixa marca e que estas vão ficar sempre representadas na Terra de alguma forma.

E não nos achemos muito grandes, que não o somos - os dinossauros sim, esses eram grandes e também eles desapareceram um dia da face da Terra.

A lista de acontecimentos recentes às quais me refiro são:

Qualquer um destes assuntos dará pano para mangas, como é habitual dizer-se.. Eu apenas creio que neste mundo, qualquer acto, como os que acima referi, não têm em conta o futuro, por muito que se venha a apregoar que se trata precisamente do futuro. Parecem-me actos de egoísmo puro e completamente condenáveis.