domingo, 16 de abril de 2017

Ah e tal.. A Páscoa!

Bem, não queria deixar passar esta quadra - se é que posso chamar quadra... - em branco e sem desejar que comam muito borrego, muito cabrito, muitos chocolates e muitos doces. Eu cá contento-me com queijos e vinho tinto a acompanhar!
Tal como o natal, esta é uma época que eu não entendo - e atenção, eu fui baptizada, fui criada com avó e bis avós super cristãs valha-me Deus e fui muitas vezes à missa com uma das minhas bis-avós - mas esta parte passou-me completamente ao lado.
Perante todo o episódio do calvário de Cristo - que morreu para nos salvar, foi crucificado e como se não bastasse ressuscitou etc etc.. - eu aqui no meio fico sem perceber qual é realmente o significado da Páscoa para as outras pessoas. O que é que, para as pessoas que reclamam de não terem a quinta-feira Santa de folga mas que ligam para os centros comerciais a perguntar o horário de funcionamento das lojas no domingo de Páscoa, significa realmente este dia??
Alambazarem-se no pitéu, atirarem-se ferozmente aos doces e posto isto mandarem-se com os putos para dentro de um qualquer centro comercial por esse Portugal fora??
Então e o "ah e tal, porque nunca mais vêm os dias quentes para ir passear.."?? Todos a lamentarem-se veemente por causa do frio e agora isto?
Temo sinceramente uma revolta de funcionários contra os clientes que cada vez são menos humanos, mais mal educados e com mais falta de noção e de consideração, pois que já vi clientes que não sabem esperar, atropelando quem está numa fila ara ser atendido e quase sem deixar os funcionários respirarem só para saber onde é que fica a Stradivarius - a sério pessoas, o que é que se passa? Eu sei que o clima de guerra é cada vez mais assustador, mas não creio que o mundo acabe por causa de um top crop e de um par de calças..
Mas bom, voltando ao cerne da questão, "Páscoa, para que te quero?" podem até tecer-se considerações de que é um momento de união.. Jovens, tal como o natal, eu não preciso de uma data que marca que temos de estar todos juntos, tenho outros 360 e tantos dias - sem contar com o natal e com o ano novo e com o aniversário, e com... esqueçam! - para marcar datas e estar com os meus, seja a jantar, a almoçar, a beber café..
E quanto a momento de renovação.. Bem, tenho desses momentos várias vezes durante o dia, quando respiro infinitas vezes para não ensandecer de vez.
Mas pronto, queria só deixar claro esta parte desta quadra, se Cristo morreu para nos salvar, somos todos uma cambada de pobres e mal agradecidos!! Não valeu de nada!

Sendo assim, restam-me as amêndoas de caramelo salgado, os coelhinhos recheados e as amêndoas com cacau e nata.
Que a vossa Páscoa seja tão boa como a minha, que vou estar a trabalhar! ;)